Outubro 23, 2021

Dicas para pintar o interior da casa

Cores e tintas para paredes interiores

Chegou a Primavera e está a pensar em pintar a sua casa no interior?!

Siga as minhas dicas (se quiser, claro): 

1º Passo: dirija-se a uma loja da especialidade – pois aqui encontra pessoas com formação continua de cada produto comercializado, podendo, até, dar algumas dicas e truques úteis para que possa fazer as suas próprias pinturas.

2º Passo: peça catálogos das tintas para interiores por eles comercializados. Geralmente são de graça os mais básicos, evitando assim, de adquirir os catálogos NCS ou RAL, que são usados por profissionais, e além disso já trazem uma boa diversidade de cores. 

NOTA: NÃO OBSTANTE DE TODOS OS CUIDADOS NA EXECUÇÃO DOS CATÁLOGOS, PODEM EXISTIR VARIAÇÕES NA COR, PELO QUE RECOMENDO QUE SEJA FEITO UM TESTE COM AMOSTRA DE TINTA DE APLICAÇÃO FÁCIL. 

3º Passo: Escolha das tintas – Dicas para escolher as cores para as paredes interiores 

Aquando da escolha das cores tem que ter atenção nestes itens; luz, área e o número de paredes.

– As tintas e a luz

Se quer pintar as paredes de uma divisão com pouca luz, tenha em atenção em escolher cores claras, pois assim ajuda a trazer claridade, e até parecerá maior consequentemente. 

– As tintas e a área 

Em áreas pequenas, tente não usar tons muito fortes, pois dará a impressão que o espaço da divisão é mais pequeno, mas o meu conselho será este (a casa/divisão é sua você decide o que bem entende) pinte uma única parede com uma cor forte. 

– Tintas e número de paredes

Tenha em consideração quantas paredes vai pintar, as cores que vai usar tendo sempre em mente os itens de decoração que ira no futuro colocar nesse sítio e ou divisão, pois convém tudo estar numa harmonia perfeita. 

Cores aconselhadas das paredes divisão a divisão 

Quartos: castanho, cinzento, azul claro ou tons pastel são consideradas cores quentes, pois trazem calma e aconchego ao ambiente características fundamentais para uma boa noite de sono.

Cozinha: embora não pareça, a cozinha é um espaço de “ trabalho”, por isso use cores mais claras e frias, que ajudam a contribuir para a concentração e ainda iluminam bem a divisão. 

Tenha em consideração que as cores escolhidas devem combinar com as dos armários, porém não quer com isto dizer que as paredes tenham que ter uma só cor.

Sala: existem para esta divisão muitas opções válidas. Use tons claros e cores menos saturantes, que transmitam tranquilidade, e ainda tenhamos mais liberdade para usar cores abundantes nos objectos usados, ou nos objectos decorativos.  

Se procura ter uma sala “animada” e que seja um local óptimo para o convívio, escolha tons de laranja ou turquesa.

Pretende dar uma vida diferente ao ambiente, escolha uma cor mais forte.

Casa de banho: como bem sabe, a casa de banho é a divisão que passamos muito pouco tempo, permite-nos por isso ser mais ousados na escolha das cores, que tal pintar as paredes de vermelho?


Banner Lergratis

A Psicologia aplicada na escolha das cores para pintar as suas paredes

Sabia que até as cores podem ser associadas ao nosso estado psicológico?

Confirme aqui:

  • · Branco e Azul – transmitem tranquilidade
  • · Verde – se o propósito é relaxar nessa divisão 
  • · Laranja – usada no escritório, esta cor incentiva a comunicação e criatividade
  • · Amarelo e Turquesa – use esta cor numa divisão a que queira transmitir alegria e diversão 

Depois de escolher as cores para a sua casa, dirija-se a uma loja da especialidade e peça amostras para testar em sua casa.

Seguidamente depois dos testes de cor tenha em atenção o acabamento que pretende entre estes três tipos:

  • – Acetinado: mais brilho e super lavável 
  • – Semi Acetinado: meio brilho e facilmente lavável 
  • – Mate: sem brilho e moderadamente lavável 
  •  

Agora, depois de escolher o acabamento pretendido, está na altura de calcular a tinta que vai usar. Use uma fita métrica e tire medidas das paredes de todas as divisões que pretende pintar. 

Depois use esta fórmula: 

Altura X Largura (excluindo portas e janelas) de cada Parede = Área de parede a pintar (somatório das áreas das paredes a pintar) 

Área total a pintar÷ Rendimento médio do produto = Litros por Demão X Número de Demãos = Quantidade de tinta

 Antes de começar a pintar é muito importante verificar o estado das paredes.  Se tiver salitre, fissuras, descasque da parede ou da tinta aplicada anteriormente. Na loja onde irá comprar a tinta, diga a quem o atender, se alguma destes problemas está presente nas paredes, para que o funcionário possa facultar-lhe material para a respectiva rectificação. Não esqueça de comprar um primário, que ajudará a uniformizar a camada final de tinta e também ajuda na protecção de fungos. 

 

Lista de material básico para pintar as suas paredes

 

Ainda na loja onde vai adquirir as tintas, pode também comprar as seguintes ferramentas: 

E pronto, depois de isolar o chão, móveis e outros itens que será impossível desviar ou retirar das suas divisões, vista uma roupa mais velha e MÃOS Á OBRA! 

Caso não queira executar o serviço de pintura ou necessite de esclarecimentos adicionais, pode contactar-me! 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *